Por alguns cantos será exibido no 8º Cuerpo Digital em Cochabamba

VIII FESTIVAL INTERNACIONAL CUERPO DIGITAL
Memória, corpo e território

Cuerpo Digital - Capa

“Cuerpo digital” propõe ser uma plataforma de experimentação e diálogo entre diferentes disciplinas artísticas, onde convergem as mais diversas formas de abordar o trabalho de dança na tela. Lançamos o presente convocação a nível nacional e internacional para videodanzas, documentários ou vídeo experimental relacionados com o empoderamento da cosmovisão das culturas dos povos através da visualização de suas danças e costumes.
É importante promover a inclusão de danças dos povos originários na cena contemporânea e assim construir a nossa própria contemporaneidade desde as raízes de cada região.
A dança para os nossos povos ao redor do mundo é um espaço para recarregar de força para continuar a viver, dança-se a alegria, dança-se a tristeza, dança-se o amor… através da dança se ultrapassa a própria corporeidade para se relacionar com o Sagrado com o intangível, com as forças da natureza, a vida mesma é uma dança desde o movimento das nuvens até as mudanças de estação, os animais a natureza dançam, mas é uma dança que flui que é instinto.

O Festival se realizará em diferentes espaços culturais e públicos da cidade de Cochabamba na Bolívia de 2 a 6 de Setembro de 2019.

Confira alguns dos selecionados:

Mais informações: https://www.facebook.com/cuerpodigitalbolivia/

Anúncios
por ciasansacroma
Imagem

Cia Diversidança reestreia Tempo de Reprodução no Teatro Cacilda Becker

Tempo de Reprodução

Em comemoração aos #13anos, a Cia Diversidança tem realizado em 2019, uma série de ações. Em março e abril realizaram a 3ª Edição do Dança nas Bordas, festival que aglomera artistas de produções periféricas, além da realização da exposição “Cia Diversidança: Fragmentos de uma década”. Já em maio, realizaram a VIII Mostra Mostra de Repertório Coreográfico, que aglomera ações diretamente realizadas pelo núcleo artístico, além de contar com a presença de artistas e cias convidadas. E nos dias 28, 29 e 30 de junho, reestreia o espetáculo Tempo de Reprodução, sexta e sábado às 21h e domingo às 19h, com entrada gratuita.

A experiência de vida norteia a pesquisa de linguagem estética da Cia Diversidança, entendida como um canal que pretende reverberar em nossas danças as indagações singulares e coletivas, numa abordagem poética, emocional, simbólica e política, que apontem para as intersecções entre a arte e a vida. Por meio de investigações que partem de um desejo de buscar na Dramaturgia da Memória, inspiração, por meio de dispositivos criativos, utilizados para compor a dramaturgia que busca a recordação da sensação, a potência emocional vivenciada, o estado psicológico adquirido ao presenciar determinadas questões e como a vida interfere no modo de ver, ser e estar no mundo.

Tempo de Reprodução é uma remontagem homônima de criação realizada em 2014 pela Cia Diversidança, desvelando questões sobre a vida e a morte, por meio do imaginário dessas forças convergentes e/ou divergentes. O cronológico, sequencial, quantitativo, marca a finitude e temporalidade humana no processo de envelhecimento do corpo. O cariotico, oportuno, qualitativo, da graça maior que plenifica a vida e lhe dá sentido. O acaso trilaria nossa jornada e o karma poderia sistematizar nossas ações? Seria o destino a intermediação entre a vida e a morte, o cronológico e o cariotico? Seriam esses fatores os responsáveis por fabricar, tecer e cortar o que seria o fio da vida de todos os indivíduos.

Como nos relacionamos com a vida e com a morte? Como isso se relaciona com o nosso dia a dia, conectando nossa jornada, por meio do passado, o presente e as perspectivas para o futuro? O que as grandes metrópoles podem influenciar na nossa forma de ser, sentir e estar no mundo?

Tempo de Reprodução é um convite para percebermos e analisarmos os índices de natalidade e mortalidade nas metrópoles, enfatizando questões sobre a cidade de São Paulo e suas periferias.

Ficha Técnica: Direção Geral: Rodrigo Cândido / Concepção: A Cia / Interpretes – Criadores: Alessandro Saldanha, Marcelino Dutra, Rodrigo Cândido, Rosângela Alves e Vinícius Borges / Elenco: Alessandro Saldanha, Bárbara Santos, Felipe Santana, Jeniffer Mendes e Rodrigo Cândido / Trilha Sonora: Vitor Gonçalves / Figurino: A Cia / Cenografia: Rodrigo Cândido / Edição de Vídeos: Vinicius Borges e Rodrigo Cândido / Interprete da projeção: Vinicius Borges

Classificação: Livre / Duração: 60 minutos

Realização: Cia Diversidança e Secretaria Municipal de Cultura / Apoio: Cooperativa Paulista de Dança / Pin Rolê Produções e Espaço Cultural CITA

Onde?

Teatro Cacilda Becker

Rua Tito, 295 – Lapa, São Paulo – SP, 05.051-000

28 e 29 de Junho às 21h e 30 de Junho às 19h

Entrada Gratuita

Mais informações:

@ciadiversidanca

https://www.facebook.com/events/2058819631088701/

 

por ciasansacroma

Cia Diversidança apresenta na Praga da Dança – Uma Jornada Cultural

O Coletivo Desvelo encerra o projeto “Corpos em Bando” contemplado pelo Programa VAI – 2 / 2018. Com isso propomos uma ação intitulada “PRAGA DA DANÇA: UMA JORNADA CULTURAL”. Essa ação parte da necessidade de difundir o acesso a dança criada ou inserida nos contextos urbanos. “PRAGA DA DANÇA ” é uma intervenção criada pelo coletivo inspirada em um mito ou acontecimento do século XVI, onde não se tem a veracidade, em que mais de 400 pessoas dançavam nas ruas sem saber o motivo dos movimentos.

PRAGA DA DANCA: UMA JORNADA CULTURAL se propõe a compartilhar com os convidados essa atmosfera festiva criando uma programação diversa e plural para o público, podendo acessar tanto quem vem prestigiar os espetáculos quanto para quem é pego de surpresa pelo caminho.

Nessa primeira edição estaremos na zona sul da cidade, dividindo entre M’boi Mirim e Campo limpo.

Dos dias 16, 17 e 18 de maio de 2019!

Receberemos os grupos:

Núcleo Experimental de Butoh
Sister Hood Ats Projects
Dual Cena Contemporânea
Núcleo Mirada
Cia Diversidança
Asili Coletiva
Academia Voodoo de Corpo e Baile
Retalho Coletiva
Núcleo Ximbra

por ciasansacroma

Cia Diversidança apresenta VIII Mostra de Repertório Coreográfico

Manifesto_Fotografia Gabriel Gomes e Assistente de Fotografia Mariana Rodrigues (56)

Em comemoração aos #13anos da Cia Diversidança, o núcleo artístico realiza a VIII Mostra de Repertório Coreográfico, em 04 e 05 de maio de 2019, no Espaço Cultural CITA e Praça do Campo Limpo, localizado próximo do Terminal Campo Limpo da SpTrans.

No dia 04/05/2019 tem apresentação da intervenção urbana “Dançando por alguns cantos…” as 16h na Praça do Campo Limpo, as 18h tem roda de conversa e exibição de vídeo dança com a Cia Diversidança com “Por alguns cantos…”, Dentre Nós Cia de Dança com “Rosas Dans Rosas” e Coletivo Olhares de Guiné com “Afã”.

No dia 05/05/2019 as 16h30 tem oficina de dança contemporânea com Rodrigo Cândido e Rivaldo Ferreira e as 19h tem Mostra de Dança Afetos & Afetividades com a Cia Diversidança e núcleos artísticos convidados: Cia de Ballet Dança e Ritmos, Cia EspectroCorpos, Dentre Nós Cia de Dança, Grupo Indigesto, Núcleo de Pesquisas Mercearia de Idéias e Studio de Dança Diane Sousa.

Ficha Técnica: Programação e Assistente geral: Rodrigo Cândido / Recepção: Simone Gonçalves / Iluminação: Felipe Santana / Sonoplastia: Alessandro Saldanha / Camarim: Bárbara Santos e Jeniffer Mendes / Cerimoniais: Alessandro Saldanha, Rivaldo Ferreira e Rodrigo Cândido / Realização: Cia Diversidança / Apoio: Cooperativa Paulista de Dança, PinRolê Produções e Espaço Cultural CITA

VIII Mostra de Repertório Coreográfico:

Onde?

Espaço Cultural CITA

Rua Aroldo de Azevedo, 20

Jardim Bom Refugio, São Paulo / SP

Praça João Tadeu Priolli (Praça do Campo Limpo)

Rua Dr. Joviano Pachêco de Aguirre, 30

Jardim Bom Refugio, São Paulo / SP

 

Entrada: Pague o quanto quiser e se puder!

Próximo do Terminal Campo  Limpo da SpTrans

 

Mais informações acesse:

@ciadiversidanca

https://www.facebook.com/events/2370331386318557/

 

 

por ciasansacroma

Dança nas Bordas – 3ª Edição

CapaA 3ª Edição do Dança nas Bordas chegou!
Essa Edição tá cheia de novidades, além dos espetáculos, exibições, workshop’s, rodas de conversas, também teremos exposição que relata a trajetória da Cia Diversidança e vamos encerrar com uma grande festa…

Esse ano as ações acontecem na Praça João Tadeu Priolli (Praça do Campo Limpo) e Espaço Cultural CITA, pertinho do Terminal Urbano Campo Limpo da SpTrans, tudo 0800, free, gratuito!

Também teremos o encerramento do Coletivo Olhares De Guiné, no dia da nossa abertura oficial… Chega junto que tem muito amor envolvido!

Confiram a programação completa e venham participar!

 

https://www.facebook.com/events/257983408466588/

por ciasansacroma

#13anos

Em 2019, a Cia Diversidança, completou #13anos
___
___
Iniciamos nossa história em 06 de Fevereiro de 2006 no antigo Clube da Turma M’Boi Mirim… Desde então, estamos paulatinamente consolidando um papel importante da dança na zona sul da cidade de São Paulo.
Começamos jovens, sem pretensões, mas o tempo foi nos mostrando que esse seria nosso caminho… Muitos participaram do Diversidança, atualmente, alguns são expectadores, outros professores do dançar, outros consolidaram suas carreiras para além da zona sul e alguns permanecem, fazendo do Diversidança uma Cia importante para São Paulo.
Em 2019, iremos realizar a nossa primeira exposição, integrando a programação do 3ª Dança nas Bordas, além de uma série de ações que consolidaram nossa carreira ao longo desses anos.
Pessoas queridas consolidaram a nossa atuação, que deixaram parte de sua vida aqui, ainda conosco… Os caminhos são árduos, mas comemorar #13anos em 2019 é resistência… É simbólico e gratificante…
Que a dança continue pulsando pela cidade, na zona sul e entre nós…
Deixo com vocês, um momento de nossa dança, um trecho de Sobre todas as Coisas, de 2014… Por que a dança está dentro de nossos corações… Que a dança continue sendo um pretexto para estarmos JUNTOS…
___
#13anos
#ciadiversidança
#ciadiversidanca
#danca #dança #dançacontemporânea
por ciasansacroma